Commit be5297a1 authored by Rafael Peretti Pezzi's avatar Rafael Peretti Pezzi

Qui Jan 7 19:43:14 BRST 2016

parent 417e22c0
......@@ -36,7 +36,7 @@ Ao lembrar que as tecnologias têm impacto direto na vida cotidiano e no futuro,
* Desenvolver novas tecnologias.
Como coloca Joshua Pearce [^pearceOSRS],
> "Pesquisa de cógido aberto mostra que é possível agilizar desenvolvimento de tecnologias para a sustentabilidade quando fundamentadas na ética hacker com i) revisão de pares massiva no desenvolvimento de materiais de suporte e desenhos experimentais, ii) maior visibilidade, que leva a iii) maiores oportunidades de financiamento e amplia o interesse dos estudantes e iv) melhora a educação e treinamento dos estudantes em atividades relacionadas à pesquisa. Também foi demonstrado que o surgimento de máquinas de fabricação digital de baixo custo como a impressora 3D RepRap[^REPRAP2011] levam a uma drástica redução dos custos para obtenção de instrumentos científicos[^PEARCE-Science2012].
> "Pesquisa de cógido aberto mostra que é possível agilizar desenvolvimento de tecnologias para a sustentabilidade quando fundamentadas na ética hacker com i) revisão de pares massiva no desenvolvimento de materiais de suporte e desenhos experimentais, ii) maior visibilidade, que leva a iii) maiores oportunidades de financiamento e amplia o interesse dos estudantes e iv) melhora a educação e treinamento dos estudantes em atividades relacionadas à pesquisa. Também foi demonstrado que o surgimento de máquinas de fabricação digital de baixo custo como a impressora 3D RepRap[^REPRAP2011] levam a uma drástica redução dos custos para obtenção de instrumentos científicos [^PEARCE-Science2012].
### 1.3 Definições de liberdade e abertura de conhecimento
......@@ -71,7 +71,7 @@ A comunidade de hardware aberto que se reuniu em meados de 2010 para criar uma d
**Esclarecimento: o que é hardware?**
Exite uma tendência a considerar apenas os instrumentos eletrônicos, tipicamente microprocessados como um computador, como sendo hardware. Entretanto, hardware, em inglês representa qualquer instrumento físico, seja uma ferramenta manualou uma impressora 3D. Equipamentos utilizados em laboratórios científicos também se encontram na categoria de '''hardware'''. Mais do que isso, uma gama de instrumentos científicos abertos estão sendo concebidos dentro do conceito de Open Science Hardware ^PEARCE_science2012]. Assim, utilizamos aqui e defendemos o entendimento de hardware na representação ampla de instrumentos e ferramentas além dos computadores.
Exite uma tendência a considerar apenas os instrumentos eletrônicos, tipicamente microprocessados como um computador, como sendo hardware. Entretanto, hardware, em inglês representa qualquer instrumento físico, seja uma ferramenta manualou uma impressora 3D. Equipamentos utilizados em laboratórios científicos também se encontram na categoria de '''hardware'''. Mais do que isso, uma gama de instrumentos científicos abertos estão sendo concebidos dentro do conceito de Open Science Hardware [^PEARCE_science2012]. Assim, utilizamos aqui e defendemos o entendimento de hardware na representação ampla de instrumentos e ferramentas além dos computadores.
### 1.4 Da liberdade do software à do hardware
......@@ -186,18 +186,18 @@ KOSCHATZKY, K. (2001) Networks in innovation researchand innovation policy – a
[^Benkler]: BENKLER, Yochai. The wealth of networks. How social production transforms markets and freedom. New Haven and Londres: Yale University Press, 2006. Disponível em: http://cyber.law.harvard.edu/wealth_of_networks/Download_PDFs_of_the_book. Acesso em ...
[^LivroREA2012]: Santana, B.; Rossini, C.; Pretto, N. (orgs); Recursos Educacionais Abertos: Práticas Colaborativas e Políticas Públicas, Salvador: Edufba; São Paulo: Casa da Cultura Digital (2012).
[^LivroREA2012]: Santana, B.; Rossini, C.; Pretto, N. (orgs); Recursos Educacionais Abertos: Práticas Colaborativas e Políticas Públicas, Salvador: Edufba; São Paulo: Casa da Cultura Digital (2012).
[^Albagli-CA2014]: ALBAGLI, S.. Ciência aberta em questão. In: ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L.; ABDO, A.H. (Org.). Ciência aberta, questões abertas. Brasília: Ibict; Rio de Janeiro: Unirio, 2015. doi.org/10.18225/978-85-7013-109-6
[^ABDO-CA2014]: ABDO, A.H. Direções para uma acadêmia contemporânea e aberta. In: ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L.; ABDO, A.H. (Org.). Ciência aberta, questões abertas. Brasília: Ibict; Rio de Janeiro: Unirio, 2015. doi.org/10.18225/978-85-7013-109-6
[^pearceOSRS]: Joshua M. Pearce, “Open Source Research in Sustainability”, Sustainability the Journal of Record, 5(4), pp. 238-243, 2012. DOI:http://dx.doi.org/10.1089/sus.2012.9944
[^pearceOSRS]: Joshua M. Pearce, “Open Source Research in Sustainability”, Sustainability the Journal of Record, 5(4), pp. 238-243, 2012. DOI:http://dx.doi.org/10.1089/sus.2012.9944
[^REPRAP2011]:JONES, R.; HAUFE, P.; SELLS, E., IRAVANI, P., OLLIVER, V., PALMER, C., ; BOWYER, A. RepRap - The Replicating Rapid Prototyper, Robotica. Cambridge: Cambridge University Press, 2011. v.29, p.177-191.
[^REPRAP2011]: JONES, R.; HAUFE, P.; SELLS, E., IRAVANI, P., OLLIVER, V., PALMER, C., ; BOWYER, A. RepRap - The Replicating Rapid Prototyper, Robotica. Cambridge: Cambridge University Press, 2011. v.29, p.177-191.
[^PEARCE-Science2012]:PEARCE, Joshua M. Building research equipment with free, open-source hardware. Science, v. 337, n.6100, p. 1303–1304, 2012.
[^PEARCE-Science2012]: PEARCE, Joshua M. Building research equipment with free, open-source hardware. Science, v. 337, n.6100, p. 1303–1304, 2012.
[^GNU]: A história do projeto GNU: https://www.gnu.org/gnu/gnu-history.html
......
## 2. Infraestrutura e práticas para expansão do conhecimento
A fim de integrar os princípios apresentados na seção anterior no ambiente acadêmico buscamos a apropriação das ferramentas utilizadas por projetos colaborativos e distribuidos bem sucedidos como por exemplo o kernel Linux e a Wikipédia.
### 2.1 Documentação de projetos
A documentação tem um papel fundamental tanto no desenvolvimento quanto na reprodução de hardware desenvolvido em acordo com os princípios do hardware aberto/livre (HAL). Isto ocorre porque nestes projetos é sobre a documentação que incidem as diferentes licenças existente para o HAL, ou seja, a existência da documentação é o que torna o projeto um HAL.
......@@ -8,12 +11,11 @@ Sob os aspectos de conteúdo, a documentação de um HAL não deve ser vista ape
Durante a elaboração da documentação é importante a utilização de formatos e ferramentas que sejam universais pois isto permite que estas sejam utilizadas em diferentes plataformas. Os projetos do CTA são todos desenvolvidos em software livre visando, com isto, a sua disseminação de uma forma ampla e sem restrições.
Uma documentação de qualidade, incluindo a sua disponibilidade e reprodutibilidade, fortalece o espírito do HAL estimulando, e facilitanto, a participação no próprio projeto e em suas derivações. Um ótimo exemplo desta prática é o da impressora RepRap[REF] que rapidamente se tornou um sucesso e criou uma grande comunidade de usuários e desenvolvedores.
Uma documentação de qualidade, incluindo a sua disponibilidade e reprodutibilidade, fortalece o espírito do HAL estimulando, e facilitanto, a participação no próprio projeto e em suas derivações. Um ótimo exemplo desta prática é o da impressora RepRap [^REPRAP2011] que rapidamente se tornou um sucesso e criou uma grande comunidade de usuários e desenvolvedores.
### 2.2 Comunicação e memória
Buscamos a apropriação das ferramentas utilizadas por projetos colaborativos e distribuidos bem sucedidos. Exemplo, Lernel Linux, Wiki, fóruns, listas de emails.
Naturalmente, um grupo que se propõe a fomentar um rompimento com paradigmas culturais, tais como os científicos e educacionais mencionados, acaba se diferenciando também em diversos pontos de sua estrutura organizacional. Citamos a seguir algumas das práticas que realizamos usualmente:
>:Talvez substituir "rompimento com" por "reestruturação de" ou "uma nova postura com relação a" para ser mais palatável ou até para ter um sentido mais fiel. Mas talvez rompimento seja a melhor forma, ainda não estou bem certo.
......@@ -59,19 +61,10 @@ Uma bancada de hiperobjetos sendo desenvolvida como um hiperobjeto é um caminho
Recentemente, o prjeto KiCad [^KiCAD] fez um grande avanço no software relacionado ao desenvolvimento de circuitos eletrônicos criando um software de alto nível e desempenho comparável às alternativas proprietárias. É importante ressaltar, novamente, a importância deste tipo de iniciativa pois, a partir deste lançamento, é possível que a utilização de um software livre como base para a comunicação de, e entre, projetos de circuitos eletrônicos.
*** Referências ***
[^REPRAP2011]: JONES, R.; HAUFE, P.; SELLS, E., IRAVANI, P., OLLIVER, V., PALMER, C., ; BOWYER, A. RepRap - The Replicating Rapid Prototyper, Robotica. Cambridge: Cambridge University Press, 2011. v.29, p.177-191.
*** Referências ***
[^CTA-boas-Vindas]: Centro de Tecnologia Acadêmica - http://cta.if.ufrgs.br/#Boas-Vindas
[^encontros_CTA]: Fórum Encontros Periódicos do CTA http://cta.if.ufrgs.br/projects/suporte-cta/boards/7
......@@ -84,17 +77,17 @@ Recentemente, o prjeto KiCad [^KiCAD] fez um grande avanço no software relacion
[^PEZZI-CA2015]:PEZZI, R.P.. Ciência aberta: dos hipertextos aos hiperobjetos. In: ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L.; ABDO, A.H. (Org.). Ciência aberta, questões abertas. Brasília: Ibict; Rio de Janeiro: Unirio, 2015. doi.org/10.18225/978-85-7013-109-6
[^PEZZI-CA2015]: PEZZI, R.P.. Ciência aberta: dos hipertextos aos hiperobjetos. In: ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L.; ABDO, A.H. (Org.). Ciência aberta, questões abertas. Brasília: Ibict; Rio de Janeiro: Unirio, 2015. doi.org/10.18225/978-85-7013-109-6
[^KiCAD]: http://kicad-pcb.org (Acesso em 29 de Novembro de 2015)
[^BRABHAM2008]:BRABHAM, Daren (2008). "Crowdsourcing as a Model for Problem Solving: An Introduction and Cases" (PDF),Convergence: The International Journal of Research into New Media Technologies 14 (1): 75–90,doi:10.1177/1354856507084420. Disponível em: <http://con.sagepub.com/content/14/1/75>. Acesso em: 03 nov. 2015.
[^BRABHAM2008]: BRABHAM, Daren (2008). "Crowdsourcing as a Model for Problem Solving: An Introduction and Cases" (PDF),Convergence: The International Journal of Research into New Media Technologies 14 (1): 75–90,doi:10.1177/1354856507084420. Disponível em: <http://con.sagepub.com/content/14/1/75>. Acesso em: 03 nov. 2015.
[^ESTELLÉS-GONZÁLEZ2012]:ESTELLÉS-AROLAS, Enrique; GONZÁLEZ-LADRÓN-DE-GUEVARA, Fernando (2012), "Towards an Integrated Crowdsourcing Definition" (PDF), Journal of Information Science 38 (2): 189–200,doi:10.1177/0165551512437638: Disponível em: <http://jis.sagepub.com/content/38/2/189.full.pdf+html>. Acesso em: 03 nov. 2015.
[^ESTELLÉS-GONZÁLEZ2012]: ESTELLÉS-AROLAS, Enrique; GONZÁLEZ-LADRÓN-DE-GUEVARA, Fernando (2012), "Towards an Integrated Crowdsourcing Definition" (PDF), Journal of Information Science 38 (2): 189–200,doi:10.1177/0165551512437638: Disponível em: <http://jis.sagepub.com/content/38/2/189.full.pdf+html>. Acesso em: 03 nov. 2015.
[^HOWE2006]:HOWE, J. (2006a) ‘Crowdsourcing: A Definition’, Crowdsourcing: Tracking the Rise of the Amateur (weblog, 2 June). Disponível em: <http://crowdsourcing.typepad.com/cs/2006/06/crowdsourcing_a.html>. Acesso em: 04 nov. 2015.
[^HOWE2006]: HOWE, J. (2006a) ‘Crowdsourcing: A Definition’, Crowdsourcing: Tracking the Rise of the Amateur (weblog, 2 June). Disponível em: <http://crowdsourcing.typepad.com/cs/2006/06/crowdsourcing_a.html>. Acesso em: 04 nov. 2015.
[^SOCIENTYZE]:SOCIENTIY`ZE CONSORTUM. "Green paper on Citizen Science". Disponível em: <ec.europa.eu/newsroom/dae/document.cfm?doc_id=4121>. Acesso em: 04 nov. 2015.
[^SOCIENTYZE]: SOCIENTIY`ZE CONSORTUM. "Green paper on Citizen Science". Disponível em: <ec.europa.eu/newsroom/dae/document.cfm?doc_id=4121>. Acesso em: 04 nov. 2015.
[^escl]: O Hiperobjeto pode ser entendido como aquele que "utiliza componentes e materiais facilmente acessíveis, processos padrões, infraestrutura aberta, conteúdo irrestrito, e ferramentas de desenho livres". Enquanto a definição de Hardware Open Source traz estes como o caso ideal, no hiperobjeto são condições mínimas.
......
......@@ -94,13 +94,13 @@ Atualmente as estações meteorológicas são construídas utilizando-se a plata
![Representação de protótipo da EMM](./figuras/vetoriais/board-proto.svg "Representação de protótipo educacional uma Estação Meteorológica Modular em protoboard")
>:Materiais suplementares sobre as EMM: Esse material foi escrito por mim e pelo Pezzi e pode ser útil na complementação das ideias descritas aqui e ao longo do artigo. Passei a parte ciência cidadã e crowdsourcing para a parte de infraestrutura. Coloquei a parte de participação cidadão e de ensino específica das EMM ao longo do texto, quase ipsis litteris com o texto original. Dispus da maneira que senti que era melhor, vejam o que acham.
>:Materiais suplementares sobre as EMM: Esse material foi escrito por mim e pelo Pezzi e pode ser útil na complementação das ideias descritas aqui e ao longo do artigo.Coloquei a parte de participação cidadão e de ensino específica das EMM ao longo do texto, quase ipsis litteris com o texto original. Dispus da maneira que senti que era melhor, vejam o que acham. Cabe um texto introdutório para essas duas subseções talvez.
#### 2.4 Crowdsourcing
#### 4.4.1 Crowdsourcing
Crowdsourcing pode ser grosseiramente traduzido como construção pelas multidões. Em alguns casos pode viabilizar a solução de problemas que são inviáveis de serem resolvidos por pequenos grupos ou que teriam custos proibiltivamente elevados. Devido a uma dificuldade de consenso em torno do tema, diversas estratégias foram adotadas na busca de uma definição conciliadora, desde comparações com conceitos distintos para definir através do contraste até definições a partir de exemplos de sucesso[^BRABHAM2008], passando pela busca de elementos comuns de todas as iniciativas consideradas crowdsourcing [^ESTELLÉS-GONZÁLEZ2012]. De maneira rudimentar, é possível definir crowdsourcing a partir de sua concepção inicial[^HOWE2006], como a prática de expandir para um grupo de pessoas colaboradoras em potencial uma função que seria de um grupo restrito de empregados (ou ao menos de colaboradores em número restrito) através de chamada aberta. Essa chamada é aberta e é elemento fundamental do crowdsourcing, mas isso não o faz equivalente a código aberto ou abertura, pois uma iniciativa pode ser crowdsourcing sem ter todos os seus processos e códigos-fonte transparentes. Isso não impede que ambos sejam coincidentes e somem eventuais potencialidades e restrições. A sinergia entre ambos faz com que o processo sobre a prática do crowdsourcing seja fluido, pois a modificação e desenvolvimento é facilitado e potencializado pela abertura do conteúdo e da documentação, enquanto que a prática do crowdsoucing contribui aumentando as potencialidades do projeto aberto em questão, por aumentar a comunidade envolvida, fazendo com que o processo seja efetivamente transparente e não invisível.
#### 2.5 Ciência cidadã
#### 4.4.2 Ciência cidadã
Pode ser entendida como a ciência praticada com a colaboração de cidadãos voluntários, seja com esforço intelectual, suas ferramentas ou qualquer forma de recurso na obtenção de dados, resultados e interpretações. Embora não haja definição consensual sobre ciência cidadã, em especial no que tanje a definição de "cidadão voluntário" e quais contribuições desses cidadãos podem ser consideradas para que a ciência praticada seja realmente cidadã, a participação ativa dos cidadãos colaboradores não só agrega valor ao trabalho, co-criando a cultura científica, mas também faz com que os mesmos desenvolvam novos conhecimentos e habilidades, adquirindo conhecimento aprofundado no trabalho científico de maneira apelativa. As relações entre ciência e sociedade são aprimoradas nesse cenário transdisciplinar em rede e colaborativo, levando a uma tomada de decisões de pesquisa mais democráticas, baseadas em evidências informadas[^SOCIENTYZE].
......
This diff is collapsed.
Markdown is supported
0% or
You are about to add 0 people to the discussion. Proceed with caution.
Finish editing this message first!
Please register or to comment